As Linguagens dos Quadrinhos

Nos últimos anos as histórias em quadrinhos abandonaram seu posto de “subproduto da cultura de massa” para se erguerem ao patamar da literatura, através do estabelecimento de uma linguagem híbrida, misto de imagem e texto.

Essa linguagem característica é objeto de estudo, principalmente para o meio acadêmico brasileiro, que já inclui as famosas tirinhas em provas de vestibulares e exames nacionais, por seu conteúdo e abordagem singular de questões ligadas ao cotidiano da nossa sociedade.

Os quadrinhos são, muitas vezes, a porta de entrada das crianças para o mundo das letras. Auxiliando no processo de assimilação da linguagem, ao conectarem as palavras às imagens e situações a que se referem. Dado seu valor instrucional, os quadrinhos são distribuídos para as crianças que iniciam na atividade escolar, com intuito de promover e facilitar o processo de alfabetização. Auxiliar no desenvolvimento da leitura e da escrita em crianças é essencial para o processo de letramento, pois a linguagem é a forma como essa criança irá interagir e compreender o mundo a sua volta.

As histórias em quadrinhos são democráticas, existem para os mais variados públicos e faixas etárias, com linguagem diversa e temáticas múltiplas. O famoso autor e erudito italiano, Umberto Eco, foi um dos precursores do estudo semiótico e semiológico das hq’s. No Brasil, esse posto é ocupado por Antonio Luiz Cagnin, que constatou que as narrativas gráficas não dispensam o uso do texto, e propõe a existência de um equilíbrio entre o que é exibido na imagem e o que está explícito no texto.

Com intuito de fornecer uma compreensão mais ampla do tema,    a Editora Peirópolis lança “As Linguagens dos Quadrinhos” de Daniele Barbieri, um semiólogo, ensaísta e poeta italiano, discípulo de Umberto Eco, que compilou o conhecimento acerca da importância e relevância das hq’s. Certamente uma leitura recomendada a todos que se interessam pelo tema.

Fontes:

SOUZA, V. Trabalhando com histórias em quadrinhos. Disponível em: < http://letramentoealfabetizacao.blogspot.com.br/2008/08/trabalhando-com-histrias-em-quadrinhos.html >. Data de acesso: 24 de setembro de 2017.

CARVALHO, A.C. História em Quadrinhos: Os elementos de uma linguagem. Disonível em: < http://literatura.uol.com.br/historia-em-quadrinhos-os-elementos-de-uma-linguagem/ >. Data de acesso: 24 de setembro de 2017.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Bom texto, falando de outra(s) linguagem(ns). Não esqueçam da fonte, sempre.

    Também seria bom vocês relacionarem o material publicado com os temas vistos em aula.
    Por exemplo, por que trouxeram o texto sobre Roberto Arlt? Qual é a relação entre ele e o que estamos estudando na disciplina? (já falei algumas coisas em meu comentário).
    O mesmo deve fazer o GRUPOCLIO com este texto.

    Ah, as outras equipes podem comentar os textos publicados.

    Curtido por 1 pessoa

    1. grupoclio disse:

      Oi Célia! Incluímos as fontes. Vamos providenciar pequenas alterações nos dois textos e iremos atualizar com essa correlação com as aulas.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s